CAMPANHA 21 Dias | As Ferramentas Modernas de Evangelização – Dia 13

“Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina”. (2 Timóteo 4.2)

O mundo mudou. Em 2004, após alguns antecessores, nasceu o Orkut, o fenômeno que iria iniciar uma revolução nos relacionamentos sociais. A maior mídia social até então, era usada por muitos, permitia interatividade e transformaria as relações de amizades e contextos sociais. Agora em um contexto trazido pela COVID19 as mídias e o ambiente virtual, se tornaram uma realidade de relação social para toda a sociedade.

Quando Paulo dá um conselho a Timóteo, dentro dos muitos presentes na carta, ele orienta seu filho da fé a preparar-se para pregar o evangelho. Nenhum exército entra em uma missão para ver o que acontece, existe uma preparação. Nós, como exército de Cristo, como povo de Deus, precisamos estar prontos, preparados para fazer discípulos, para pregar!

Em primeiro lugar, a pregação é mais efetiva através do relacionamento, crie e desenvolva relacionamentos. Aproxime-se de pessoas, converse sobre assuntos diversos e em momentos que o Espírito te dirigir, compartilhe um vídeo, uma mensagem, um versículo, ou até mesmo a sua história. Em segundo lugar, use a sua influência. Em contexto de mídias sociais, temos “seguidores”, pessoas que escutam, vêem o que falamos e escrevemos. Use essa influência para pregar sobre o reino de Deus. Ao longo do nosso dia o Evangelho deve ser presente no nosso comportamento, posicionamento, nas falas, no que vemos, curtimos ou compartilhamos. Quando, de forma intencional, partilhamos isso, podemos pregar o evangelho com as nossas vidas. Em terceiro, se posicione. As mídias possuem pautas. Esse ano, por exemplo, foi muito forte o uso da “#Blacklivesmatter”, discutindo a pauta do racismo. Quando nos posicionamos, falando a respeito de Martin Luther King, por exemplo, estamos falando sobre o Racismo e um pastor Batista, homem de Deus, que é um dos ícones da história nessa luta.

ORAÇÃO: Senhor, ajuda-nos a pregar em todo o tempo, permita-nos estar sempre em estado de alerta para ouvir e ver as oportunidades que o Espírito Santo nos mostra. Dá-nos paixão, estratégias e criatividade para transformarmos o mundo a partir do teu evangelho. Venha a nós o teu Reino.

MOTIVOS DE ORAÇÃO: 

1. Vamos pedir a Deus criatividade para pregar através das mídias, para usar essa ferramenta de forma criativa para a Glória de Deus.

2. Vamos pedir a Deus ousadia para pregar de forma nova, com novas estratégias em um novo tempo.

Guilherme Nascimento |Pastor da Juventude

CAMPANHA 21 Dias | Falar De Jesus ou Viver Jesus? – Dia 12

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. (Marcos 16.15)

Jesus foi claro em sua ordenança nos mostrando que é necessário pregar do evangelho. A palavra “pregar” significa, entre outras coisas, “falar com a intenção de convencer”, “alardear”, “falar com o intuito de ajudar”. O uso desta palavra no versículo acima mostra a importância de proclamar o evangelho de Cristo. Tendo isto em mente, nos vemos motivados a expor a verdade que nos foi revelada.

“É fácil pregar o evangelho, difícil é viver.” Você já ouviu essa frase? Com os olhos nela, devemos nos perguntar: qual foi a última vez que pregamos o evangelho para alguém que não conhece a Cristo?

O Instituto Barna Group realizou uma pesquisa com 2000 evangélicos, todos membros de igrejas tradicionais americanas. Como resultado, tal pesquisa trouxe um dado assustador: 60% dos entrevistados nunca tinham levado uma pessoa a Cristo. À luz desse estudo, fica claro que precisamos ser mais intencionais em nossas falas e atitudes. Noutras palavras: devemos, sim, pregar o evangelho!

A Bíblia nos ensina que,a partir da conversão,nos tornamos uma nova criatura. Desse marco,se inicia um processo de santificação em nosso interior,e quanto mais nos alimentamos das coisas de Deus (através da leitura bíblica,da oração e da comunhão),mais frutos teremos em nosso crescimento espiritual. Para o homem nascido do Espírito, viver o evangelho se torna um processo natural.

Por essa razão, devemos viver o evangelho de forma integral, permitindo que o Espírito Santo molde nosso caráter. Devemos pregar o evangelho de forma corajosa a todos que nos cercam, como diz o texto de Marcos 16.15. A ordem que Jesus nos deu é clara: pregar o evangelho a toda criatura, seja criança, jovem, adulto ou idoso, e em todas as nações.

ORAÇÃO: Querido Deus, ajude-me a pregar o evangelho com a minha fala e com as minhas atitudes. Use-me de forma integral.

MOTIVOS DE ORAÇÃO: 

1. Para que a Igreja de Cristo entenda a necessidade de pregar o evangelho a toda criatura, seja criança, jovem, adulto e idoso.

2. Para que amemos a mensagem da cruz, fazendo com que essa mensagem seja o nosso assunto preferido.

3. Que o Senhor coloque pessoas sedentas de ouvir o evangelho em nosso caminho.

Camila Carvalho | Líder de Crianças

CAMPANHA 21 Dias | A Evangelização Nas Células e Na Grande Celebração – Dia 11

“E todos os dias,no templo e nas casas,não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo”. (Atos 5.42)

O livro de Atos foi escrito por Lucas e registra os primeiros atos da Igreja. Se quisermos ter entendimento do nascimento da igreja e seu início, temos que ler Atos dos Apóstolos. O primeiro movimento da Igreja Cristã ocorreu na casa dos convertidos ao cristianismo, que era a congregação dos crentes. As primeiras conversões eram de Judeus em Jerusalém.

As atitudes dos primeiros cristãos tem a sua origem no judaísmo, portanto podemos entender o que está escrito em Atos 5.42. Davi sentiu o desejo de construir uma casa para Deus e seu filho Salomão a edificou. A base judaica enaltecia o ajuntamento no templo, estava na cultura dos judeus e dos convertidos (estamos falando de mais de 1.000 anos). No ano 70 esse templo foi destruído, num conflito entre judeus e romanos. Naquela época o imperador Tito empreendeu um massacre sobre um movimento de libertação, que surgiu em Israel. O livro de Atos foi escrito no ano 40 e o templo foi destruído no ano 70.

Então, se Atos 5.42 fosse escrito trinta anos depois ele seria diferente! “No ano 70, o imperador Tito destruiu o templo e agora a igreja só se reúne nas casas.” Não havia mais o templo. O que aconteceu no terceiro século no ano 300 foi muito grave. A Igreja começou a se confundir com prédio, ela passou a ter uma forma e a obedecer uma arquitetura que assumia sua identidade. Com a conversão do imperador Constantino, um dos últimos imperadores romanos, o cristianismo que era pobre e perseguido, passou a ser a religião oficial do Império Romano. O Imperador começou a construir templos para todos os lugares dominados pelo Império Romano. A igreja passou a ser confundida com prédio e isso trouxe grandes prejuízos à doutrina e ao entendimento de quem somos.

A Igreja é um corpo em movimento espiritual, a igreja somos nós, chamados de pedras vivas e corpo vivo pelo novo testamento. A mais linda imagem para a Igreja foi constituída na inspiração do Espírito Santos. Nós somos um corpo e esse corpo está em movimento. Isso é Igreja! Então essa Igreja pode se reunir num prédio, numa casa ou ao ar livre e ela continuará se reunindo, celebrando e sendo Igreja independentemente do lugar que a acolhe.

A Igreja já se reuniu nos cemitérios por causa da perseguição, se reuniu nos lugares mais diferentes possíveis e continuou sendo Igreja. É importante compreender que não precisamos de um templo para sermos Igreja. A Igreja deve aproveitar todas as oportunidades e lugares para alcançar seu objetivo..

ORAÇÃO: Senhor, nos ajude a ser uma igreja relevante e compromissada com sua palavra.

MOTIVOS DE ORAÇÃO: 

1. Para que sejamos uma Igreja relevante para Deus, para os salvos e para os perdidos e que todas as barreiras espirituais e humanas caiam por terra.

2. Orar pela unidade da igreja.

3. Pelas Igrejas espalhadas em países que ainda restringem o evangelho.

Clóvis Silva | Pastor de Células

CAMPANHA 21 Dias | Evangelismo Pessoal e de Massa – Dia 10

“Indo Filipe para uma cidade de Samaria, ali lhes anunciava o Cristo. Quando a multidão ouviu Filipe e viu os sinais miraculosos que ele realizava, deu unânime atenção ao que ele dizia”. (Atos 8.5,6)

Na proclamação do evangelho existem duas dimensões para alcançarmos vidas, a primeira seria o contato pessoal, o “um a um”, momento específico de comunicação direta, oportunidade de relacionamento na convivência do dia-a-dia; talvez em um encontro espontâneo, rápido, no transporte público, comércio ou em outros locais. Precisamos estar sempre atentos para essas oportunidades. Na evangelização de massa, há uma outra realidade para atingir um maior número de pessoas simultaneamente e isto geralmente requer uma programação, organização e elaboração de um acontecimento.

No capítulo 8 do livro de Atos, encontramos a história do evangelista Felipe, que atuava nas duas dimensões evangelísticas: pessoal e de massa. Ambas necessitam da direção do Espirito Santo, mas cabe ao obreiro preparar- se. Felipe estava disponível para falar às multidões e também a uma só pessoa, como no episódio do eunuco, servo de Candace, rainha da Etiópia. O evangelista aceita o convite de Deus, deixa as multidões em Samaria, e vai à estrada deserta falar para um único homem, mas como não entendemos os desígnios de Deus, o etíope creu em Cristo, transformando-se em um novo missionário, levando o evangelho aquela nação. Assim a multidão foi alcançada, a partir de um simples contato pessoal. Seja no pessoal ou através da massa, podemos ser canal de benção nas mãos do Senhor, submetendo as suas ordens de treinamento, na grande participação como semeadores da Graça de Deus.

ORAÇÃO: Pai, me coloco diante de Ti, submetendo a sua vontade, para ir onde me conduzir, seja para alcançar uma pessoa ou as multidões, em nome de Jesus, amém.

MOTIVOS DE ORAÇÃO: 

1. Por novas estratégias na proclamação da Graça de Deus.

2. Pelo avanço da igreja no bairro do Recreio.

3. Pelo encorajamento dos missionários nos campos, neste tempo de crise.

Ricardo Pinudo | Pastor de Esportes e CASACAP