Ronaldo Jacaré – faixa preta de Jesus

Jacare_FernandoMaiaEntrevistamos Ronaldo de Souza dos Santos, o Ronaldo Jacaré, 36 anos, lutador de MMA, oito vezes campeão mundial de Jiu-Jitsu, membro da Igreja do Recreio, que apoia um lindo projeto social no CASACAP.

Ronaldo precisou sair muito novo de Vila Velha (ES), por conta de um episódio de violência, onde um amigo foi assassinado ao seu lado. Sua mãe pediu que ele saísse do bairro por questões de segurança. Em obediência, Ronaldo saiu e foi morar em Manaus.

No dia 7/12/1995, ao chegar em Manaus, Ronaldo estava completando 15 anos de idade. Perto de completar 17 anos, Ronaldo conheceu a luta através do seu irmão mais velho, Reginaldo. Na época o seu irmão havia pagado a mensalidade da academia e se machucou. Foi aí que Ronaldo pegou o quimono que tinha ficado grande, pois era do irmão e começou sua trajetória.

A identificação com o jiu-jitsu e judô foi tão grande, que Ronaldo decidiu sair da sua casa e morar dentro da academia.

Disciplinado e dentro do tatame treinando, sua vida se resumiu à luta.

Ronaldo treinava tanto, que por vezes ficou doente por conta do excesso de treinos. Seus finais de semana eram limpando a academia e dormindo por conta do cansaço dos treinamentos semanais.

Anos depois, quando era faixa marrom, assistindo a um vídeo de Royce Grace lutando UFC, Ronaldo se identificou e surgiu a vontade de lutar MMA.

Ronaldo iniciou no MMA há cerca de 12 anos, lutando Jungle Fight. Sua estreia não foi boa, pois foi nocauteado e quebrou a mão. Muitos acreditaram que após a primeira derrota ele desistiria, mas foi o contrário, ele saiu com a certeza de que era isso que ele queria para sua vida.

Depois deste dia, Ronaldo começou a ganhar. Entrou na história do Jiu-Jitsu sendo campeão mundial, foi campeão do Abu Dhabi Combat Club (maior evento de submission do mundo). Lutou no Japão. Foi campeão do Strikeforce nos EUA (segundo maior evento de MMA do mundo) e campeão de MMA.

Atualmente, Ronaldo Jacaré está treinando e se dedicando para chegar à sua meta atual, que é a de ser o próximo campeão da categoria de pesos médios do UFC.

Já credenciado, há pouco tempo lutou contra Vítor Belfort, conseguindo nocautear e ganhar muito bem a luta.

Ronaldo é hoje o atleta mais cotado para disputar o cinturão.

Jacaré diz que a certeza não existe, pois sua vida está nas mãos de Deus, mas que dentro dele tem a convicção de que será o campeão de pesos médios do UFC.

O preparo

Em relação ao seu preparo para as lutas, Ronaldo se considera um privilegiado por Deus, pois outros atletas sofrem muito mais do que ele em termos de alimentação, afastamento da família, dentre outros itens que envolve o período de preparo. Ele narrou que nos momentos mais altos de seu camp (preparo de alta intensidade), ele consegue levar os filhos à escola, tem tempo de qualidade com a família e não tem grandes restrições alimentares.

Ronaldo considera sempre a próxima luta como a mais difícil de sua carreira.

Ele narra que nas lutas em que enfrenta os atletas mais difíceis, é onde tem os resultados mais surpreendentes. No caso, Ronaldo acredita que a próxima luta será a da disputa pelo cinturão.

A conversão

Ronaldo narra que sua conversão se deu por conta da iniciativa de sua esposa, que aceitou a Cristo como único e eterno salvador no interior de São Paulo e, quando eles vieram morar no Rio de Janeiro, Larissa foi procurar uma igreja na internet e encontrou a Igreja do Recreio.

No início, a ideia de sua esposa “ser crente” não o agradou muito, mas tudo mudou quando começou a ver a diferença na vida dela.

Ele disse que viu nitidamente a diferença e o agir de Deus no seu lar.

Há cerca de 4 anos, prestando a atenção nas atitudes da mulher, Ronaldo se interessou pelo evangelho e passou a frequentar os cultos com a família na Igreja do Recreio e no projeto “Faixa Preta de Jesus” tomou a decisão e aceitou a Jesus Cristo como seu salvador. Em seguida, fez o Bem-Vindo à Família na Igreja do Recreio e no dia de seu batismo levou dois ônibus com integrantes do projeto “Faixa Preta de Jesus” para assistir ao culto e a seu batismo.

Ronaldo considera a disciplina para o esporte tão importante quanto a disciplina enquanto cristão. A forma que ele tem de servir a Deus é estando no projeto e incentivando a equipe, para que o projeto não pare nunca.

Como seu tempo é corrido e ele não pode dar aulas sempre, a equipe é fundamental, pois geralmente ele ministra aulas somente às quartas-feiras.

O projeto social

O projeto social com crianças e adolescentes no CASACAP já existe há três anos. Ronaldo entrou no projeto há um ano e meio, dando apoio e montando uma equipe de professores para ministrar aulas de Jiu-Jitsu.

Uma das inspirações de Ronaldo Jacaré é o projeto Faixa Preta de Jesus, citado no momento de sua conversão.
Este projeto tem o foco de resgatar vidas que estão presas nas drogas, pessoas envolvidas no mundo do crime, dentre outras, que dificilmente entrariam numa igreja, e o líder age como discípulo do Senhor nas ruas, falando da palavra de Deus e os levando para o projeto.
Ronaldo conta que o principal objetivo do projeto em que atua no CASACAP é levar a Palavra de Deus. E os resultados estão sendo vistos, pois a frequência dos alunos nos cultos aumentou, muitos se converteram e frequentam a escola bíblica.

Hoje tem 65 crianças e adolescentes matriculados, com a frequência de em média 50 por aula.

Sua equipe conta com o professor Jacarezinho e um professor de Judô recém chegado.

Um dos braços direitos de Ronaldo, o Andrezão, acabou de se mudar para Dubai, pois foi convidado para ser professor do exército. Ele era um dos pilares do projeto e com toda a sua simplicidade foi grandemente abençoado por Deus com essa oportunidade de trabalho.
Ronaldo considera uma grande vitória conseguir disciplinar 50 crianças e ainda levá-las a competições. Há pouco tempo, nove crianças participaram de uma competição e quatro foram premiadas.

O grande desafio para levar as crianças às competições são os altos custos de inscrições para competir. Com cerca de 15 atletas preparados, o projeto pretende levá-los a muitas outras competições. O projeto está sempre em busca de apoiadores. Ronaldo agradece a Deus por ter conseguido quimonos para as crianças há alguns dias com um apoiador.

Terminamos este texto, proveniente de uma entrevista com este grande atleta, citando um trecho de Nelson Mandela.

“O esporte tem o poder de mudar o mundo. Ele tem o poder de inspirar, ele tem o poder de unir as pessoas de uma forma que poucos mais fazem. Ele fala para a juventude em uma linguagem que ela entende. O esporte pode criar esperança, onde antes só havia desespero. É mais poderoso do que governos para quebrar as barreiras raciais. Ele ri na cara de todos os tipos de discriminação.

Os heróis são exemplos desse poder. Eles são valentes, não só no campo de jogo, mas também na comunidade, tanto a nível local e internacional. Eles são campeões e merecem o reconhecimento do mundo.”

Erica Matos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s